quarta-feira, 18 de março de 2009

Demos Graças à Água da montanha


por Ras Carlinhos*

"Água, bebam água", Foram as palavras de Harrison Stafford, vocalista do Groundation, quando falávamos da energia que envolve concertos como o realizado na madrugada do dia 14/03/2009 em Florianópolis. Faço da sua fala a minha e agradeço a fonte que nos regará durante a vida.

Neste tempo de crises, onde a humanidade se encontra em um colapso do sistema de valores vigente, será ela que vira purificar. A chuva cai do céu, lava tudo e tudo leva ao mar. Após anos, décadas e séculos de intensas pertubações aos ciclos, a sociedade ainda se julga vitima de catástrofes que não passam de efeitos, na mesma potência que as causas. Efeitos que cumprem um papel para a regeneração da terra e seus ciclos.


Facilmente ao refletir, chega-se a conclusão que os padrões e comportamentos sociais não são sadios. Logo cria-se a consciência ecológica que hoje se fala tanto. Mas só a consciência não basta, é necessário a atitude pra fazer a revolução. Revolução se faz todos os dias, consigo mesmo. Ao vencer barreiras da sua evolução e aceitar-se nas limitações impostas pelo ser.

Reconhecendo-se como filho do sol e da terra, a vivência Rasta busca equilíbrio interno quanto o corpo e mente e externo quanto ao envolvimento com outras vidas e elementos. Do homem ao pássaro, da planta a larva, devem ser tratados com respeito e igualdade. O Rasta sabe da integração planetária (e também cósmica) que une Todos a Tudo, fazendo parte de um mesmo organismo no qual tudo interage e necessita de uma troca que se faz um com o outro.


Se na Natureza acontece algo de uma forma, ela provavelmente está certa, visto seus 4,5 bilhões de anos de experiências. Ela quem nos inspira e na música encontramos alento espiritual e energia para cumprir certos propósitos. A união em torno de palavras e ritmos nos conecta com o passado ancestral e nos proporciona visões do futuro ideal. Assim a integração pelo som nos eleva para espalhar mensagens por toda a Terra.


Com a alimentaçao I-Tal (VITAL, integral e orgânica, livre de aditivos) suprimos nossas necessidades de uma forma harmônica tanto para nosso corpo e mente como para a natureza. Respeitando todos os ciclos desde a integração com os produtores e o plantio dos alimentos, pagando preços justos pelos mesmos, para no fim dar destino adequado para restos e dejetos frutos do dia-a-dia.

É necessária a cooperação de todos para a divulgaçao e construção destas vivencias que visam a coerencia de nossas ações. Chamamos a todos que desejam contribuir com o seu amor e força para que juntos façamos uma otima celebraçao à vida.

Luz e Amor a todos!
Através de Eu e Eu fala Jah,
Ras Carlinhos

Ras Carlinhos é Rasta, vegetariano, naturalista, agrônomo, músico e compositor.
Confira seu projeto musical Rasta Revolution.












Este artigo faz parte do Blog Action Day 2010 - Água.

Imagens: Gabriel Dread

1 comentários:

Anônimo,  11 de outubro de 2013 20:25  

Mato seco reggae raiz

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO  

Real Time Web Analytics